abril 2017

Monthly Archives

[vídeo] Série Vida sem Pílula: Como não depender do anticoncepcional

É possível cuidar dos sintomas do ciclo menstrual e da prevenção da gravidez sem usar pílula anticoncepcional

Você já assistiu a minha série no YouTube #VIDASEMPÍLULA ? Estou gravando vários episódios nas últimas semanas sobre como não depender do anticoncepcional para cuidar da acne, da TPM, das cólicas, para regular a menstruação, para tratar ovários policísticos, para evitar a gravidez, e como resgatar a libido perdida pelo uso da pílula, e vários episódios respondendo as principais dúvidas da mulherada sobre tudo isso e muito mais.

Confere aí cada um dos episódios que já foram ao ar!

Episódio 1: Como resolver a acne e a oleosidade

Episódio 2: Como espantar a TPM e as emoções descontroladas

Episódio 3: Como lidar com as cólicas e a menstruação irregular

Episódio 4: Como cuidar do ovário policístico

Episódio 5: Como superar a noia da gravidez indesejada

Episódio 6: Ô libido, volta aqui! To te querendo

Episódio 7: Respondendo dúvidas sobre vida sem anticoncepcional

Episódio 8: Comentando suas perguntas sobre vida sem anticoncepcional

Episódio 9: Ovários Policísticos: como cuidar sem anticoncepcional

Aproveite que estou lançando o Contracepção Consciente, o programa online para você fazer as pazes com seu ciclo menstrual e sua fertilidade.

Com a divulgação dos efeitos colaterais da pílula, muitas mulheres como você estão questionando: vale a pena? Para fazer essa escolha, é importante conhecer as alternativas e as estratégias para as questões que surgem imediatamente: e se eu não quero engravidar? E como cuido do ovário policístico? E a acne, as cólicas e outros sintomas incômodos do ciclo menstrual?

Por que é importante contar com ajuda especializada? Porque o que não falta ao nosso redor, real e virtual, são informações desencontradas. Ou então porque o que deu certo pra amiga nem sempre dá certo pra gente! Numa decisão que impacta tantas partes da nossa vida, é importante contar com alguém que tenha esse conhecimento, como também possa te apresentar mais caminhos para você escolher qual se adapta melhor aos seus anseios e à vida que você quer.

É isso que eu te ofereço com o programa Contracepção Consciente.
Ele tem duração de 10 semanas e apoia tanto a parte emocional quanto com as informações necessárias para te ajudar na escolha consciente sobre o uso do anticoncepcional, sem que o medo de engravidar e os sintomas incômodos te atrapalharem.

Saiba mais e participe da nova turma. Inscrições até dia 13 de abril de 2017!

topo_site_01

 

 

 


[na mídia] Como parar com o anticoncepcional sem engravidar

Cinco coisas que você deveria saber sobre a vida sem pílula.

A revista Vida Simples fez uma entrevista comigo na semana passada sobre como não depender do anticoncepcional. Nela, eu compartilhei a minha jornada pessoal com meu caso de amor e minha desilusão com o uso da pílula, e como funciona o meu trabalho apoiando mulheres a fazer uma escolha consciente sobre seu uso. Confira aqui.

Os efeitos colaterais dos contraceptivos incomodam a maioria das mulheres. Mal necessário?

por Letícia Gerola

O anticoncepcional faz parte da rotina da maioria das mulheres brasileiras. Aliado à camisinha, é uma das principais ferramentas para evitar a gravidez. Os efeitos colaterais dessa dose hormonal intensa, no entanto, são motivo de preocupação e incômodo pra boa parte desse público. “TPM intensa, dores de cabeça, acne, muita cólica… Os efeitos colaterais variam pra cada organismo, mas uma coisa não muda: é uma dose forte de hormônios que mexe com o corpo da mulher e impossibilita que ela conheça e tenha seu ciclo menstrual”, explica Melissa Setubal, especialista em saúde integrativa da mulher.

Formada em comunicação social, a jornalista e publicitária sofria com enxaquecas e acne excessiva. Em busca de uma solução, ela conheceu métodos de contracepção alternativa e descobriu a importância de conhecer o ciclo menstrual. Foi assim que nasceu o Vida Sem Pílula, minicurso gratuito que ela oferece. Confira as respostas da especialista para as cinco perguntas mais polêmicas sobre o assunto:


Receba conteúdos exclusivos