Ciclo Menstrual

3 formas de usar o mau humor a seu favor

Share this:

Transforme seu mau humor em amigo e como ferramenta de autoconhecimento

Se tem algo que parece ser quase uma unanimidade nas mulheres que chegam até a mim buscando ajuda é que, independente do conjunto de sintomas físicos, o mau humor parecer estar sempre presente, principalmente no período pré-menstrual com a TPM.

Eu era uma mal-humorada profissional. Tanto que minha mãe me chamava, ao invés de “aborrecente”, de “aborrecida”. Eu respondia “Bom dia pra quem?!?” com voz de ogro para meu irmão sorridente. Me irritava profundamente que meu pai acordasse cantando. Ou que as pessoas estivessem sorrindo e felizes à minha volta.

Conviver comigo era uma grande desafio. As pessoas à minha volta levavam patadas por muito pouco. Eu não era uma companhia agradável. Cobrava muito dos outros. E claro, de mim mesma. Eu não me suportava. E achava que a vida era assim, eu tinha vindo com esse defeito de fábrica, e que azar, viva assim o resto de sua vida.

Faça aqui o teste para saber se o mau humor tem impacto negativo na sua vida.

Depois de tanto estudar, finalmente entendi:

Mau humor é uma criação de diversas conjunturas: alimentação + hormônios + autoconhecimento.

E que eu poderia mandá-lo para escanteio quando ele decidisse se manifestar, ou até ele nem aparecer nos momentos do ciclo que ele parecia onipresente.

1127044-3x2-940x627

Aqui vou compartilhar algumas estratégias que tenho usado para lidar com o mal humor, considerando seus aspectos da saúde física e emocional. Para isso avalie:

  1. O que estou comendo que interfere no meu humor?
    Pode ser que você nunca tenha percebido isso, mas o que comemos interfere no nosso humor diretamente. Pode ser que seja imediato, como quando se come um doce e se senta ótima imediatamente, para meia hora a duas horas depois começar a sentir mal humor novamente. Ou pode ser cumulativo, como comer com frequência produtos alimentícios cujo ingrediente principal é o trigo branco, e perceber o mal humor aumentando a medida que os intestinos se constipam. Pode ser que até se sinta particularmente mais agressiva, e coma um bifão de almoço e sentir uma fúria profunda atravessando o seu ser para atingir a primeira pessoa coitada que ousar passar na sua frente.
    A questão é observar-se e conhecer como seu corpo funciona. Muito do que sentimos emocionalmente pode estar sendo criado pelo que colocamos na nossa boca, principalmente se consumimos com frequência alimentos altamente processados. Comece a incluir mais comida de verdade, e comece a ver seu mau humor saindo pela porta.
  2. Em que momento do ciclo menstrual estou que interfere no meu humor?
    Por mais que tentem nos fazer acreditar que devemos nos comportar e nos sentir da mesma forma todos os dias, somos seres mutáveis. Nosso humor dança o ritmo de nossos hormônios, e tentar brigar com isso causa ou aumenta muito o mau humor. O simples conhecimento de que momento do ciclo estamos já nos ajuda a tirar o peso de se forçar a ser sociável e alegrinha no período introspectivo pré-menstrual. E quando nos forçamos, o mau humor vem para nos lembrar que estamos indo contra o que aquele momento pede. É preciso respeitar e aprender a usar cada nível de nossos hormônios femininos, pois assim não nos colocamos no limite das nossas capacidades, que quando ultrapassado, justamente causam as reações que não desejamos. Lembrando que quem usa anticoncepcional hormonal tem interferência nessa dinâmica hormonal, e causa ainda mais mau humor por manter artificialmente níveis altos de hormônios.
  3. O que estou consumindo com os meus sentidos que interfere no meu humor?
    Muitas vezes não nos damos conta, mas o que lemos em livros, website e revistas, assistimos na TV ou no Youtube, vemos de publicidade, ouvimos de músicas e podcasts interfere instantaneamente no nosso humor, como também tem efeito cumulativo. Lembre-se disso da próxima vez que se pegar com a boca na botija do mau humor, e observe como se sente com as informações e estímulos que você estava interagindo antes, ou que você tem interagido com mais frequência. Não é que devemos nos isolar numa comunidade que só ouve mantras paz e amor, e não tem contato com a grande mídia. Porém, somos responsáveis pelas qualidade de nossos pensamentos e sentimentos, e como os nutrimos. Ou seja, você pode escolher alimentar seu mau humor com conteúdos que vão exarcebá-lo, ou que vão acalmá-lo.

Então, ao invés de ficar de mau humor porque seu humor não está dos melhores, saiba que você tem a capacidade e as ferramentas para aprender a lidar com ele, e até transformá-lo num eficaz mecanismo de autoconhecimento do seu corpo e da sua mente. Ao invés de brigar com seu mau humor, use-o como um amigo que vem te alertar que você precisa se nutrir um pouco mais e melhor. E assim, fazer as pazes consigo mesma.

Imagem: simplereminders.com/abc.net.au
Publicado em: Personare/Personare em Portugal/MdeMulher/Clube da Vida Moderna

Outro Post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba novidades sobre meus conteúdos, cursos e serviços