Ciclo Menstrual

5 formas de incrementar o desejo sexual e a disposição nas mulheres

Share this:

Como você pode aumentar sua produção de testosterona para ter mais libido e energia

Hormônios não parecem um assunto muito romântico para falar logo antes do Dia dos Namorados. A razão pela qual penso ser importante falar deles é porque lido todos os dias com os dois extremos: uma grande parte da população feminina que sofre com os sinais típicos de níveis baixos de testosterona, e as que sofrem de Síndrome do Ovário Policístico e com excesso desse hormônio.

Ou seja, tem muita gente aí sem saber que ao “mexer os pauzinhos” para ajustar esse hormônio está a chave para lidar com alguns dos sintomas que mais nos incomodam em nosso corpo, incluindo falta de apetite sexual, de disposição, e até ganho de peso.

Sim, testosterona é um hormônio mais conhecido por ser o principal hormônio sexual masculino, mas assim como os homens também produzem o hormônio feminino estrogênio, nós mulheres também produzimos a testosterona, que tem um papel fundamental no nosso ciclo menstrual, bem como em outras áreas de nossa saúde e bem estar.

Aqui vou falar sobre como incrementar a produção de testosterona para quem sofre com:

  • fadiga ou cansaço que não passa mesmo dormindo muito
  • libido e apetite sexual baixo ou inexistente
  • ganho de peso, principalmente no abdômen
  • dificuldade em ganhar massa muscular
  • secura vaginal
  • falta de ânimo para novos projetos, criatividade bloqueada

Claro que nosso corpo naturalmente tem seus níveis de testosterona mais baixos de acordo com a idade, e por causa de outras condições de saúde, como depressão pós-parto, retirada de ovários ou útero, entre outros. Porém mulheres em idade fértil que reconhecem os sintomas acima muito provavelmente vão se beneficiar com intervenções para aumentar a produção desse hormônio em seus organismos, principalmente quando isso se dá de forma natural.

Ao investir em alimentos e práticas de estilo de vida para incentivar a produção de testosterona, vamos ajudar nosso corpo a ficar com a libido e fertilidade em dia, produzir mais massa muscular e equilibrar nosso peso, ajudar em nosso sono e nossa energia.

E ainda por cima cuidar de nossa capacidade criativa, que está em seu pico quando estamos na fase ovulatória, justamente quando os níveis de testosterona estão normalmente no seu pico.

Um ponto muito importante sobre isso é quem faz uso de anticoncepcional hormonal, seja pílula, DIU, anel, implante ou outros tipos. É muito comum ter como efeito colateral uma baixa considerável na testosterona, principalmente porque os hormônios sintéticos impedem o pleno funcionamento dos ovários, responsável pela produção natural dos hormônios sexuais femininos. E por essa razão, muitas mulheres que fazer uso de anticoncepcional experimentam os sintomas que descrevi acima.

Por essa razão, ao invés de pensar em suplementação artificial desse hormônio, recomendo sincronizar duas ações para ter resultados duradouros para essa questão: eliminar as condições que causam esse quadro, e aumentar o fornecimento de matéria-prima e incentivar a produção natural de testosterona pelo próprio corpo.

low sex drive

Levando isso em consideração, recomendo essas cinco estratégias para aumentar naturalmente a produção de testosterona, e incrementar a libido, perda de peso e disposição:

  1. Consuma mais alimentos que contém nutrientes essenciais para a fabricação de testosterona, como abacate, que é fonte de testosterona bioidêntica, a semente de abóbora, excelente fonte de zinco.
  2. Consuma menos de alimentos que inibem a produção de testosterona, como a soja, que é fonte de estrogênio bioidêntico que em excesso leva a uma série de consequência negativas em nosso ciclo, incluindo a baixa de testosterona; e alimentos que contém açúcar e derivados, que aumentam de forma exagerada os níveis de insulina, o que leva a uma baixa dos níveis de testosterona.
  3. Aprenda a lidar com o estresse. O excesso de cortisol hormônio do estresse, impacta negativamente na produção de testosterona. Use mais dos alimentos que ajudam seu organismo a dar conta do excesso de estímulos do dia a dia, e inclua práticas diárias de interiorização para ajudar a fazer uma higiene mental e emocional.
  4. Invista em sua criatividade. Ser criativa pode sim ser fazer alguma arte ou artesanato, mas vai muito além disso. É a nossa capacidade de enxergar além, de transformar nossa realidade, o que pode ser algo concreto, como criar um objeto ou projeto, ou algo mais subjetivo, como nossa capacidade de sonhar além do que pensamos ser possível realizar.
  5. Exercite a sua libido. Nosso apetite sexual vai muito além dos nossos órgãos sexuais e do ato em si. Podemos usar nossa libido no sentido de aumentar nossa paixão pela vida, nossa excitação por novas experiências em várias dimensões da nossa existência, nosso entusiasmo com as pequenas coisas do cotidiano. Inclusive por nosso próprio corpo e a expressão de nossa essência. Ao investir em conhecer a nós mesmas e o que nos provoca prazer, é natural e instantâneo aumentar nosso desejo sexual também.
Imagens: familylifecanada.com/dailymail.co.uk

Outro Post

Aqui temos 4 comentários. Adicionar.

  1. Vanessa Matos

    Obrigada pelo post! Já aumentei o consumo de abacate para os próximos dias 🙂

    • Melissa Setubal

      Muito bom Vanessa. Observe-se para notar as mudanças no seu corpo e os benefícios, e depois compartilhe aqui conosco!
      Saúde e Amor,
      Melissa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba novidades sobre meus conteúdos, cursos e serviços