Como se sentir bonita na TPM

Share this:

Conheça algumas estratégias para ajudar no visual e na autoestima nesse momento do ciclo menstrual

Acho que não tem momento do mês mais dramático para se olhar no espelho do que durante a TPM, não é mesmo? As espinhas aparecem, o inchaço dá os seus sinais, as olheiras aumentam. Mais o fato de que nossas emoções ficam a flor da pele, e parece que todo espelho vira aqueles de circo com a imagem distorcida, mostrando todos os nossos defeitos ainda mais proeminentes.

Mas tem como a gente não passar por essa sessão de tortura a cada ciclo. Para isso, primeiro temos que entender como nosso corpo funciona, e segundo como nossa mente funciona nessa fase especial.

Antes da fase pré-menstrual, passamos por duas fases de energia e autoestima mais altas: a folicular e a ovulatória. Nesse momento, tudo no nosso corpo funciona para atrair um espermatozóide para fecundar o óvulo que nossos ovários estão amadurecendo. Ou seja, todos os nossos sistemas estão no auge e o corpo usa todos os seus recursos para gerar uma nova vida. Os hormônios deixam nossa pele e cabelo mais sedosos e cheios de vida, e deixam nosso humor no seu maior momento de extroversão e socialização. E isso são os sinais que ficam perceptíveis, muitas vezes até inconscientemente, para um possível parceiro de que estamos em um momento fértil.

Perceba que, logo depois da ovulação, tudo tem que mudar rapidamente, pois, caso um óvulo tenha sido realmente fecundado, o corpo deve colocar todos seus recursos para dar condições desse feto se desenvolver. Daí que ele começa os que são vistos como não essenciais para a sobreviência, para serem usados na formação de um possível bebê. Nosso corpo todo muda, incluindo a a qualidade da pele e cabelos, e o peso.

Junte tudo isso com o fato de que os níveis de hormônios femininos estão no teto nesse momento, o que podem justamente provocar as espinhas, atrapalhar o sono e aumentar as olheiras. E ainda deixam nosso humor mais introspectivo, depressivo e irritadiço.

Se você usa anticoncepcional hormonal, é bem possível que todo esse cenário dure mais tempo (ou até o ciclo inteiro), já que não há ovulação.

Diante desse cenário, que inevitavelmente vai acontecer a cada ciclo, ainda temos o fato de que muitas de nós vivemos com um desequilíbrio hormonal, que caracteriza a TPM e outros sintomas do ciclo menstrual, o que cria ou piora esses efeitos incômodos.

Então, seja para ficarmos mais em paz com o espelho, seja para não sofrer durante a fase pré-menstrual, seja para ficarmos com nosso sistema endócrino em dia, você se valer de algumas estratégias:

  1. Beba mais água, todos os dias, e principalmente nos dias antes da menstruação. Água morna pura, com limão, ou ainda chá de erva-doce aliviam o inchaço, ajudam a aparência da pele, tanto para evitar espinhas quanto olheiras e bolsa debaixo dos olhos, além de relaxar e ajudar no sono.
  2. Use óleo de coco, por dentro e por fora. Use para cozinhar em casa, em qualquer preparação no lugar do óleo comum, na mesma quantidade que está acostumada. E também use como hidratante, usando um pouco cerca de 2 vezes por dia, nas áreas desejadas. Ele ajuda no equilíbrio hormonal, evitando a inflamação das espinhas e o ressecamento da pele. Ou seja, ele deixa todo tipo de pele mais viçoso. E os cabelos também. Você pode usar como máscara hidratante por 30 minutos a 2 horas, lavando o cabelo normalmente depois, uma vez por semana no caso do cabelo seco. E é ótimo para abaixar o frizz, espalhando bem pouquinho na palma das mãos, esfregando bem, e passando de leve nas áreas afetadas do cabelo.
  3. Fuja da balança. Eu recomendo isso para todas as minhas clientes em qualquer momento, mas especialmente durante a TPM. É inevitável ganharmos peso e medidas nesse período, pois o corpo naturalmente acumula mais água e gordura, como expliquei acima. Evite comprar roupas novas, fazer um novo corte de cabelo, ou qualquer mudança de visual ou procedimento estético. Nesse momento, aumentamos muito a nossa autocrítica, e nossa autoestima fica mais vulnerável, porque os níveis altos de hormônios deixam as emoções e inseguranças mais a flor da pele. Todos os sentimentos que “empurramos para debaixo do tapete” ao longo da nossa vida vem à tona. Então colocar seu foco em lidar com seu universo interior e processar suas emoções deve ser a prioridade, onde você mais precisa investir sua atenção nesse momento. Ao invés de ficar obcecada com aquela gordurinha ou os quilos a mais, pois é muito possível que você vá maltratar sua autoestima se focar nas “imperfeições” do seu corpo.
Publicado em: Personare, Personare em Portugal, MdeMulher, Portal RBS, Clube Vida Moderna.

Outro Post

Receba novidades sobre meus conteúdos, cursos e serviços