Cosméticos pioram o problema da acne. Então o que fazer?

Share this:

Está na sua cara. Não tem como esconder. Quantos tratamentos, profissionais de saúde, remédios e cremes, maquiagens para esconder, e depois de tantas tentativas, tudo ainda está lá na sua frente e na vista de todo mundo: as espinhas.

Só no espaço de uma semana, conversei com pelo menos três mulheres de diferentes idades que carregam consigo há anos o problema da acne, frustradas por ainda enfrentarem um problema que deveria ter ficado para trás, junto com a adolescência. Eu mesma sou mais uma delas. Acho que se eu contabilizasse a quantidade de dinheiro, tempo e energia que me dediquei a combater as espinhas em nome da minha autoimagem e da minha autoestima, já teria direito divino conquistado a nascer de novo como a Gisele Bundchen.

Então por que milhares de outras mulheres como eu continuamos a sofrer com a acne no rosto, tronco, costas, couro cabeludo, e até em outras partes do corpo, mesmo com tanta tecnologia, tratamentos e produtos à nossa disposição?

Antes de tudo, é bom sempre lembrar que o melhor tratamento de pele que existe chama-se alimentação saudável. A pele é uma expressão do que está acontecendo dentro do nosso organismo, e as espinhas são um sinal evidente de que alguma coisa está desequilibrada e precisando de atenção.

Mas existe também muita coisa que pode ajudar neste problema enquanto estamos ajustando nossa alimentação. Uma das principais é rever os produtos de higiene e beleza que usamos. É muito comum quem sofre com a acne abusar dos diversos produtos que existem no mercado para tratar e das maquiagens para disfarçar as marcas na pele.

Porém, estes mesmos produtos contém ingredientes que contribuem para piorar a situação ainda mais, pois grande parte desses ativos químicos são responsáveis diretos no desequilíbrio hormonal feminino. É estimado que mais de 515 itens tem influência no nosso sistema endócrino e imunológico, provocando TPM, problemas de fertilidade e de tiróide, e até câncer, como os parabenos dos sabonetes e os polímeros de metilmetacrilato das maquiagens.

Já existem diversas marcas disponíveis no mercado com maquiagens, sabonetes e outros produtos que não usam essas substâncias e que tem como base produtos naturais. Você consegue comprar a maioria delas pela internet. Mas não é preciso gastar muito dinheiro para começar a ver resultados. Meus tratamentos favoritos são:

  1. Aloe vera ou babosa: um excelente hidratante e acalma as inflamações. Uso o suco/gel no rosto e corpo pelo menos duas vezes por dia.
  2. Mel:  também tem poder hidratante e antinflamatório, e também é um poderoso antibactericida. Eu compro marcas que não usam o processo de pasteurização para garantir um melhor resultado, e uso pelo menos duas vezes por semana durante o banho, aproveitando os poros mais abertos.
  3. Argila: um secativo riquíssimo em minerais que as marcas de cosméticos naturais usam em suas maquiagens em pó. Faço uma máscara por 10 a 15 minutos, uma a duas vezes por semana.
  4. Óleos essenciais: ao contrário do que se pensa, não faz a pele ficar mais oleosa ou com mais espinhas. O que mais uso é o de Melaleuca ou Tea Tree, que é um conhecido antibactericida e antifungicida. Eu misturo algumas gotas na aloe vera e borifo no rosto e corpo, ou aplico diretamente nas espinhas. Existem diversas outras plantas com este mesmo efeito.
  5. Morango: por ser naturalmente rica em ácido salicílico e por ter aquelas ‘sementinhas’, é um esfoliante gentil que ajuda a retirar células mortas e no processo de cicatrização. Amasse uns morangos orgânicos e misture com mel para fazer uma máscara uma a duas vezes por semana, deixando agir por até 20 minutos. Aproveite e faça a mais e coma o restante, assim você faz uma tratamento por dentro e por fora!

Até as abençoadas mulheres que não enfrentam este problema podem se beneficiar destas dicas.

E fiquem de olho, pois tem mais dicas e muito mais assunto sobre a acne vindo por aí 😉

Outro Post

Receba novidades sobre meus conteúdos, cursos e serviços