Hormônios e Intuição: um super poder feminino

Share this:

Menstruação é nossa maior oportunidade de auto-observação e ativar a intuição

Eu adoro aquele momento do mês que estou com a corda toda. Tenho vontade de sair e ver as pessoas, minha produtividade está a todo vapor, meu humor está pra cima e fico de bem com a vida. Aí, de uma hora para outra, o vento muda de direção, começo a ficar cansada por qualquer coisa, uma vontade de dormir que não passa, disposição zero para trabalhar e para sair de casa, o humor fica imprevisível.

E aí a explicação para tudo isso chega: fico menstruada. Aqui em outro post expliquei algumas razões fisiológicas de porque isso acontece, e aqui hoje vou falar um dos “poderes mágicos” que aparecem com mais força por causa dessa dança hormonal, que causam essa variação na energia e no humor, e que durante grande da minha vida eu ignorei completamente.

No ritmo de vida acelerado que vivemos hoje, não nos permitimos parar nenhum segundo. Exigem de nós e nos exigimos estar em ação o tempo inteiro, nos entediamos quando estamos “à toa”, e o conceito de ficar só consigo mesma dá arrepio na espinha só de imaginar.

Porque quando eu fico ali, presente para o que se passa em minha mente, fico apavorada com a quantidade de preocupações, medos e maluquices que passam por ali. Então é melhor anestesiar com TV, internet, redes sociais, joguinhos no celular, comida, atividades fora de casa, arrumação sem fim da casa, e por aí vai.

Mas acontecem duas coisas interessantes quando eu não me permito esse tempo com os meus botões: a primeira é que não adianta fugir dos pensamentos e sentimentos. Eles não vão me deixar em paz. E vão escolher justamente o período pré-menstrual e menstrual para vir me atazanar com força total.

lady-negative-thinking

Nesse momento do ciclo questiono a validade de tudo, absolutamente tudo que existe na minha vida. É um tsunami de dúvidas, inseguranças, ansiedade, tristeza, da sensação de que “tudo dá errado”, “meus maiores medos sempre viram realidade”, e qualquer pequeno contratempo ganha cara de tragédia grega. E se faço qualquer coisa para “calar a boca” desse festival de horrores, é certo de que tudo isso vai voltar a me atrapalhar mais cedo ou mais tarde.

Então tenho uma escolha: vou lidar com esses medos agora ou vou esperar mais um ciclo para olhar de frente essas minhas sombras?

A segunda coisa é que quando não dou tempo nem atenção para essas sombras que saem das profundezas do meu ser, principalmente durante a fase antes e durante a menstruação, eu bloqueio minha intuição. E por ironia do destino, é justamente ela quem pode me dar a saída mais eficaz para lidar com meus medos, encontrar soluções para meus problemas, e me indicar os melhores caminhos pela frente.

Observe, então, a simetria dessa história: quando estamos no período pré e menstrual, ficamos mais introvertidas, pensativas, com vontade de ficar quietas. E quando respeito isso, não apenas posso fazer uma faxina emocional e me livrar de um monte de lixo mental, como também posso acessar com mais facilidade a minha intuição.

woman-intuition

A intuição aparece quando escolhemos deliberadamente ultrapassar o medo, sem negá-lo, sem querer destruí-lo, mas sim usando-o como uma chave para abrir a comunicação com nossa alma.

Exercitar a intuição, portanto, não é uma coisa mística, nem subjetiva, mas sim a capacidade de escolher ouvir a voz sutil das conexões mentais fora do reino da mente consciente, que nos liberta, nos exalta, nos energiza, nos empodera, ao invés da voz alta barulhenta do ego, que nos diminui, nos oprime, nos condena, nos paralisa. E podemos usar os poderes de nossos hormônios que nos facilitam usar essa conexão de forma mais contundente nas fases luteal e menstrual.

Reflexão da semana: Como você distingue a voz do seu ego da voz da sua intuição?

Ação da semana: Na sua próxima fase pré e menstrual, respeite o desejo do seu corpo e de sua mente de ficar mais recolhida, e use algum tempo para ficar sozinha consigo mesma, prestando atenção aos pensamentos e sentimentos que surgem. Observe quais são medos originados do ego e quais são mensagens da sua intuição, considerando a distinção no último parágrafo do texto.

Inspiração da semana: Nesse vídeo, Patrick Schwerdtfeger nos convida a exercitar nossa intuição, alavancando nossas capacidades da mente inconsciente para aprofundarmos conscientemente nossos objetivos e aspirações.

“Incorpore intencionalmente uma imersão nas áreas de suas vidas que você é apaixonado, porque assim você vai desenvolver uma intuição sobrehumana que vai permitir que você avance muito mais rápido, e fazendo isso você toma um passo gigante para se torna um super herói.”
Vídeo em inglês com legendas em inglês.
Imagem: ladyngo/newlifehouse/knowmore

Outro Post

Receba novidades sobre meus conteúdos, cursos e serviços