Lanchinhos para aquela fominha

Share this:

Volta e meia bate aquela dúvida do que comer entre as refeições que seja gostoso e saudável, e que evite a gente cair naquelas tentações da lanchonete da esquina.
Aqui vão algumas sugestões que você pode preparar em casa e levar dentro da bolsa, pro trabalho, pra depois da academia, ou ter ali na cozinha num final de semana.

  • Frutas Frescas: explore as frutas da estação, comendo-as puras, ou picando para uma salada de frutas.
  • Chips de Vegetais: você pode fazer de raízes, como inhame, aipim ou batata-doce, fatiando fino, colocando cada fatia separada numa assadeira, assando por cerca de 20 a 25 minutos, a 180º; ou você pode fazer de couve, como na receita que publiquei nesse blog.
  • Palitos de Cenoura com Hummus: combine o crocante com o cremoso, o docinho com o temperado. Faça seu próprio hummus ou compre pronto em uma delicatessen árabe.
  • Granola: você pode fazer a sua em casa mesmo, sem açúcar. Misture aveia, castanhas diversas, frutas secas, com mel ou purê de maçã (ajuda a dar uma textura crocante e sabor adociado sem precisar de outro adoçante e óleo), asse essa mistura numa assadeira, espalhando numa camada bem fina, por cerca de 30 minutos em temperatura média. Deixe esfriar, parta de quadrados ou esfarele. Coma puro mesmo, ou adicione na salada de frutas, ou iogurte natural.

  • Alga Nori: Toste as folhas de nori (a mesma usada em sushis) rapidamente numa frigideira seca, para dar uma textura crocante e comer puro, ou recheie com sobra de arroz integral e algum vegetal disponível na geladeira, enrolando como um cilindro ou cone (como num temaki).
  • Mistura Crocante: Apenas misture numa pequena vasilha ou saquinho castanhas e sementes diversas, com frutas secas, a seu gosto, e carregue sempre consigo para as horas que a fome apertar, como no meio de uma reunião, ou do trânsito. Você também pode temperar com Graham Masala (tempero indiano em pó) e assar por uns minutos no forno para um toque especial.
  • Iogurte: Experimente outros tipos, como o de cabra, ovelha ou soja, e que não contenham nem açúcar nem conservantes e corantes. Compre o sabor natural e adicione você mesmo os sabores que desejar na hora, com frutas frescas ou secas, castanhas e sementes, granola, geléia (cozinhe a fruta de sua preferência picada com um pouco de água por uns dez minutos, até que fique numa consistência de purê), ou mel.

Outro Post

Aqui temos 0 comentários. Adicionar.

  1. Ótimas dicas, Mel! Esses lanchinhos são perigosos! rsrs

    Eu adoro comer castanhas com passas, granola com um pouquinho de leite, leite batido com fruta, banana com mel ou com um pedacinho de queijo.

    Beijo!

    • Maria, outro lanchinho que é dica de uma francesa é fazer uma espécie de sanduichinho com duas fatias de maçã ou pera e uma fininha de queijo parmesão.
      bjs

      • Adorei!! Amanhna mesmo, tenho todos os ingredientes em casa!!

        beijo!

        • Quero saber depois como foi, ein?

          • Uma delícia! Maçã com parmesão e um toque de canela. Fotografei e amanhã colocarei no blog com link pra cá.

            Beijo!

          • Adorei, Maria!!! Obrigada!!!

  2. Joao

    Putz, ver essa notinha às 4:30 da tarde no escritório da firma… tou quase fazendo granola com as raspas de lapis e pontas de borracha! Que fome, Me! Bjs

    • Então o post surtiu o efeito esperado 🙂
      Beijocas!

  3. Carolina

    Putz… Vou fazer os chips hoje mesmo!!!!
    Adorei as ideias!
    Beijim

    • Gostei de ver a animação, Carol. Seja bem vinda ao blog sempre!!! Depois conta para nós como ficaram os chips. Bjs

  4. Sandra

    Boas sugestões.
    Quando estou em casa cozinho no vapor banana da terra, inhame e batata doce e como no lanche do meio da tarde.
    São tentativas para diminuir o consumo do pão.

    • Valeu por mais dicas, mãezinha 🙂

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba novidades sobre meus conteúdos, cursos e serviços