Minha deliciosa vida sem leite

Share this:

Vim passar duas semanas em São Paulo, a capital gastronômica do Brasil, e meu programa favorito é aproveitar os maravilhosos restaurantes da cidade. E então me lembro que tem queijo na pizza e no macarrão da cantina italiana, manteiga e creme de leite nos bistrôs franceses, a coalhada do árabe, e diversos laticínios usados nas opções vegetarianas. Volta e meia, ainda me deparo com o fato de que não poder consumir leite e derivados é uma limitação muito chata. É praticamente impossível de se achar numa cardápio de restaurante uma opção de sobremesa que não leve laticínios, que não seja a sem graça “fruta da estação”.
Desde que comecei a evitar consumi-los, fui investigando aqui e ali opções que me trouxessem de volta essa sensação cremosa que só os laticínios conseguem dar na comida. E vi que a luz no final do túnel estava nas castanhas e sementes!
Essas coisinhas naturalmente crocantes ficam cremosas e sedosas quando transformadas em leites e pastas, por conta de seus óleos naturais. Muito ricas em proteínas e cálcio, elas ainda tem várias vantagem sobre o leite de animais: não tem gorduras saturadas, nem hormônios (naturais e artificiais) ou substâncias tóxicas criadas pelos processamentos em sua composição, entre outras coisas que tanto impactam no equilíbrio do sistema endócrino feminino, respiratório, digestivo, além de ser um grande causador de alergias e sensitividade.
Não estou dizendo que o leite e seus derivados devem ser banidos da alimentação sem dó nem piedade (só em caso de alergia e intolerância mesmo). Mesmo porque é gostoso e tem muitos nutrientes. Mas preste atenção na quantidade e na qualidade do que você consome. Prefira os laticínios de origem orgânica e frescos da fazenda que não passem por pasteurização e homogeinização. Preste atenção na lista de ingredientes para saber se não há adição de açúcar, sal e outros aditivos artificiais.
Mesmo que você não precise ou não queira tirar o leite da sua vida, comece a explorar essas opções muito saborosas e cremosas feitas de castanhas e sementes, e ganhe variedade no seu cardápio.
Aguarde as receitas com diversas opções que publicarei durante este mês.
Enquanto isso, vão as dicas de substituições que uso em minhas receitas:

  • Leite: faça seu leite de castanhas, sementes, grãos diversos, ou use leite de coco.
    Amêndoas ou Castanha de Caju: 1 xícara de castanhas para 3 de água.
    Arroz Integral ou outros grãos: 1/2 xícara de arroz cozido para 2 de água.
    Bata no liquidificador até ficar bem liso. Se quiser retirar a polpa, peneire ou filtre em uma sacola de algodão. Outra dica é deixar os ingredientes de molho por, no mínimo, 8 horas, descartando a água, para eliminar os antinutrientes naturalmente presentes nessas plantas.

  • Creme de Leite: faça seu leite de castanhas, sementes, grãos diversos com menos água, ou use leite de coco. Use Tahini (pasta de gergelim) ou outra pasta de castanhas ou sementes diluída em um pouco de água.
    Pasta de amendoim: bata 3 xícaras de amendoim cru em um processador bem potente até ficar cremoso, parando de tempos em tempos para raspar a borda do copo.
    Pasta de amêndoas ou outras castanhas e sementes: bata 3 xícaras de amêndoas com 1/4 de xícara de óleo (coco, girassol ou gergelim extravirgem, ou canola para não inteferir no sabor). Acrescente mais um pouco de óleo se necessário. Refrigere até o dia seguinte e retire o óleo que porventura se formar no topo.
  • Manteiga: use qualquer outro óleo na mesma quantidade. Eu normalmente uso de coco, e refrigero ele para ficar com consistência mais firme, se necessário.

Confira aquie neste link outras opções interessantes de substuições.

A partir dos próximos posts, vou passar receitas que levam estes ingredientes para você começar a experimentar em casa. Continue acompanhando o blog!

Outro Post

Aqui temos 1 comentário. Adicionar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba novidades sobre meus conteúdos, cursos e serviços