Ciclo Menstrual

Porque a fome deve virar sua melhor amiga

Share this:

Como ignorar a fome pode ser o maior erro na busca de perder de peso e ganhar saúde. 

Já contei em vários artigos aqui o quanto dietas restritivas não trazem resultados efetivos de perda de peso, e ainda podem prejudicar nossa saúde física. E estou o tempo todo falando do desastre para nossa autoestima que essa cultura das dietas vendidas como a solução para nosso peso e o santo graal da felicidade.

Mas depois que li um artigo do New York Times sobre o impacto do que acontece com a nossa fisiologia que governa não apenas como nos sentimos fisicamente, bem como mentalmente, ao se privar de calorias e de determinados nutrientes essenciais, como gorduras, vi o quanto é necessário chamar atenção para a loucura que estamos fazendo conosco mesmas ao nos forçarmos a seguir um regime cheio de restrições em nome da beleza. Pior ainda quando isso é disfarçado de busca pela saúde.

O que nos é ensinado nesse tipo de lógica é que comer menos e fazer mais atividade física é a única forma de emagrecer e ficar bonita e com saúde. Isso nos ensina basicamente que nossa fome é um defeito, algo que é errado, e que precisamos ignorar ou consertar a qualquer custo.

Ter apetite é visto como um pecado mortal e sinal de uma pessoa sem controle sobre si mesma e de caráter fraco.

Isso só ignora um ponto fundamental da nossa existência como seres humanos: fome é um sinal essencial para nossa sobrevivência. Ou seja, ela é nossa melhor amiga! É ela quem nos diz que precisamos de mais energia para continuar existindo! Olha que perverso que é isso da dieta restritiva nos dizer que um mecanismo criado pela natureza é algo que deve ser suprimido ou combatido. E para sempre.

A grande maioria das pesquisas e teorias dietéticas foca na perda de peso e nos resultados de indicadores laboratoriais, e ignora completamente os indicadores mais importantes: a sensação de fome e o nível de bem-estar da pessoa. Além disso, muitas dessas pesquisas são feitas num prazo curto que não considera seu impacto ao longo longo do tempo, e em diferentes estágios de vida das pessoas. Bem como o fato de que comer de uma determinada forma regrada ser basicamente impossível de se manter de forma sistemática pela vida toda.

article-2611658-02C14BF100000578-78_634x572

Enquanto não considerarmos que fome é tanto uma resposta biológica de sobrevivência física quanto emocional, vamos continuar presas nesse labirinto sem fim na busca da solução mágica da perda de peso. Já falei dos vários tipos de fome aqui neste artigo.

Então como é que você torna a fome sua grande amiga? Passando a encará-la como algo absolutamente necessário para o seu bem estar. 

No final das contas, fome é simplesmente um sinal que seu corpo ou mente te envia para saciar uma necessidade. Quando vamos investigando com curiosidade e com critério o que pode resolver essa fome, e quando entendemos que ela aparecer em vários momentos do dia é natural, somos capazes de gerenciar nosso peso e apetite com tranquilidade e de forma efetiva.

Sentir fome é um ato de amor próprio do seu corpo e mente, que está buscando não apenas perpetuar sua existência, como também indica fome por algo mais do que apenas sobreviver. Sentir fome significa querer viver de forma mais plena, saciar nossa vontade de ter novas experiências. Seja de mais nutrientes e sabores, quanto de mais alegria e satisfação.

Imagens: 180degreehealth.com/dailymail.co.uk

 

 

Outro Post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba novidades sobre meus conteúdos, cursos e serviços