Tá chegando a hora!

Share this:

O ano novo está aí e com ele está chegando a hora de experimentarmos alimentos orgânicos e integrais. Imagino que, se você está lendo esse blog, de alguma forma você já está em contato com esse universo, seja pelo interesse em adquirir hábitos mais saudáveis, seja para ter uma nova perspectiva sobre sua alimentação, seja para aprofundar seu consumo desses alimentos, ou apenas começar a se aventurar na cozinha.
Os alimentos orgânicos e integrais são um ótimo caminho para aumentar nosso nível de energia, melhorar o funcionamento do nosso organismo em todos os sentidos, influenciar na acuidade dos nossos processos mentais, contribuir para um consumo sustentável dos recursos naturais do planeta, ajudar no desenvolvimento da agricultura familiar e de pequena escala. Ou seja, assim a gente influencia positivamente tanto a nós mesmos, individualmente, como também na vida de nossa família, comunidade, sociedade e no planeta.
Se a forma que nos alimentamos continuar a ser baseada em alimentos ultraprocessados, destituídos de suas propriedades naturais, ou mesmo tratados químicamente com pesticidas e aditivos, caminhamos para um corpo que tende a ser cada vez mais privado de saúde e bem estar, que não consegue acompanhar o ritmo das suas atividades, projetos, relacionamentos, enfim, de sua vida como um todo.
Para viver a vida plenamente, precisamos de um corpo funcional, e isso pode ser feito a partir do consumo de alimentos orgânicos e integrais.
Por isso, convido você, sua família, seus amigos, colegas de trabalho, sua comunidade, e quem mais você quiser, a participar da Semana Delicioso Ano Novo, que acontecerá de 06 a 13 de Janeiro. Nessa semana, vamos dar preferência a consumir esse tipo de alimento durante nossas refeições que já fazemos no dia a dia. Cada um escolhe como prefere fazer isso, seja introduzindo novos tipos de comida na dieta, substituindo algum alimento processado por um integral (como arroz e pão), começar a cozinhar uma refeição por dia em casa usando produtos orgânicos, fazer feira, comer cinco porções de vegetais por dia, juntar a família ou os amigos e fazer uma refeição juntos com receitas do blog. Você escolhe a forma como você vai fazer essa semana, o importante é dar prioridade em suas refeições aos alimentos orgânicos e/ou integrais.
E, enquanto isso acontece, vai contando pra gente, aqui no blog, por meio dos comentários, como está sendo essa experiência, o que é fácil ou difícil, quais as suas descobertas e superações, ou simplesmente diga que você participou da sua forma. Se você cozinhar, divida com a gente a receita (pode até mandar fotos!), para que possamos aumentar o repertório do blog e mais pessoas possam aproveitar.
Comece seu ano com muita energia e de maneira positiva. Comece a comer mais alimentos orgânicos e/ou integrais.

Outro Post

Aqui temos 0 comentários. Adicionar.

  1. aiaiai hexacampeã

    Vou aproveitar e deixar uma receita rápida, deliciosa e totalmente integral/orgânica. Meu filho, Davi, e eu fazemos e comemos muito isso. Aproveitem!

    Espaguetti integral
    alho
    abobrinha
    azeite

    Cozinhe o espaguetti, com um pouco de sal e azeite.
    Numa panela grande (pode ser wok) doure no azeite (umas duas colheres) o alho bem picado (para duas pessoas uns 4 dentes). Acrescente a abobrinha em cubos (uma abobrinha já dá) e deixe dourar um pouco. Escorra o espaguetti e acrescente à panela.
    sirva na mesma hora, ralando um pouco de parmesão ou ricota por cima (ou os dois kkkk)

    • Nossa, adoro abobrinha com massa!!! Obrigada pela receita.

  2. Luiz

    A minha semana tá tranquila até porque não é muito diferente do meu dia a dia. Devido ao calor, tenho usado produtos à base de alga (harussame, wakame,) e tenho consumido cogumelos como shitake e shimeji.

  3. Marcos

    Estou tentando melhorar minha alimentação. Afinal de contas já vou p/ 5.3.

    No café da manhã estou com yogurte c/ linhaça e amaranto.

    No lanche da manhã estou com fruta (geralmente maçã, banana ou pêra: isto pela praticidade que estas frutas oferecem).

    No almoço como pouquíssimo arroz, um pouco de feijão, muita salada, meia porção de carne e ainda coloco farelo de trigo.

    Na parte da tarde começa a complicar: muitas vezes esqueço do lanche vespertino e chego em casa c/ muita fome. Estou tentando comer muita salada antes do prato principal.

    Também achei no supermercado Carone uns biscoitinhos de Amaranto e Quinoa. Estou integrando-os na minha alimentação ao longo do dia.

    Agora, no final de semana realmente é muito difícil. Como ficar sem a cervejinha. Parece coceira, é só começar e o bicho pega.

    • Oi Tio, uma cervejinha de vez em quando não faz mal pra ninguém, ainda mais com uma alimentação tão bacana durante a semana. Mas a palavra-chave aí é ‘de vez em quando’ 🙂
      Bj

  4. Cássio

    Desde que rolou a proposta do blog de melhorar a alimentação na semana do delicioso ano novo, já logo pensei o que seria plausível colocar em prática.
    Quando nos propomos algo, temos que analisar a viabilidade disso, mas ao mesmo tempo, ter um gostinho de desafio.
    Sendo carnívoro inveterado, a partir de uma questão que estava vivendo criei minha proposta para também se adaptar às minhas rotinas quase diárias de musculação. Em momentos de exercícios, sentia que estava faltando energia para desempenhá-las.
    Dessa forma, resolvi inserir os lanches entre as refeições com alimentos integrais. Castanha do Pará, Amêndoas, biscoitos integrais, nozes, damasco secos têm sido meus substitutos dos meus habituais biscoitos recheados Bono, sendo que comi os pacotes inteiros.
    Durante o período da manhã, os lanches têm ocorrido em torno de 11h, pois tomo café da manhã em torno das 8h e almoço às 13h. À tarde confesso que tenho me esquecido de comer e quando lembro já são 17h30, 18h, mas como são fáceis de comer, faço-o dirigindo voltando para casa.
    Tenho conseguido mudar alguns hábitos, mas sem almejar uma mudança radical, apesar que eu deixar de comer biscoito bono, por um lado, também pode ser considerada uma mudança radicial, né irmã?!

    • Irmão, fiquei muito feliz com seu depoimento, não apenas porque realmente vejo uma mudança ‘radical’ 🙂 em sua forma de se relacionar com a comida, mas porque ele pode inspirar muitas pessoas a começar esse movimentos com passos simples e viáveis. Obrigada por participar, e principalmente, por se cuidar. Bjs

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba novidades sobre meus conteúdos, cursos e serviços