Troca-troca de roupas: um jeito divertido e econômico de renovar o figurino

Share this:

Quando resolvi tirar um ano sabático, jamais imaginei que abandonaria minha carreira no mundo corporativo, e que iria iniciar uma jornada em um modo de vida que não imaginava para mim. Dentre as quebras de paradigmas que vieram com essa reviravolta toda, umas delas foi a minha relação com o dinheiro e o consumo.

Não ter um salário certo no final do mês virou minha vida financeira de ponta-cabeça. Várias coisas materiais que tinham muito valor passaram a não ser mais prioridades, como ter que ter um carro, por exemplo, enquanto outras que pareciam supérfluas passaram a ser o foco dos meus investimentos, como alimentos e produtos orgânicos, terapias holísticas e cuidados com a saúde.

Mas tem coisas que não mudaram, como meu gosto por moda e minha quase obsessão por adquirir peças com personalidade e fora da rotina. Isso, com frequência, exige um investimento financeiro, certo? Não necessariamente.

Quando minha amiga me apresentou o conceito de Clothe Swap, há alguns anos, achei a ideia genial: trocar peças de roupas, sapatos e acessórios e renovar o guarda-roupa sem gastar nenhum tostão.

Já organizamos alguns desde então e sempre foi um sucesso. Como nossa regra é convidar as mulheres com quem convivemos, de gostos, corpos e círculos sociais diferentes entre si, é quase impossível sair de mãos abanando. As vantagens são inúmeras:

  • você aproveita para dar aquela arrumada nos armários, tirar as coisas velhas para doar e tirar as em excelente estado e encostadas há mais de um ano para dar para alguém querido. Abrir espaço circula as energias e, até literalmente, abre a possibilidade de coisas novas poderem entrar em sua vida.
  • você chega contente em casa com sacolas de compras sem o susto na conta do cartão de crédito ou no extrato bancário.
  • você faz outras pessoas felizes com as peças que você ofereceu e não há sensação melhor no mundo que fazer alguém feliz com algo que não exigiu nenhum esforço da sua parte. Um lindo vestido que eu tinha está, neste momento, passeando pela Grécia com uma nova dona muito satisfeita pela aquisição.
  • você passa algumas horas agradáveis trocando figurinhas com a mulherada, estreita amizades, conhece gente nova.

As participantes da nossa última edição nunca tinham experimentado antes e já se empolgaram para uma próxima, em breve, com mais gente.

Eu passei a ser fã de transações de negócios que não exijam moeda como pagamento. E diversas vezes já troquei meus serviços de coach de saúde da mulher por projetos de decoração, assessoria de comunicação e criação de logo, entre outras possibilidades. Mas esse já é assunto para uma outra conversa.

O importante aqui é lembrarmos que dinheiro não é a única forma de conseguirmos o que precisamos ou desejamos na vida. E que trocar pode ser um grande prazer.

Publicado em: As Poupadoras

Outro Post

Receba novidades sobre meus conteúdos, cursos e serviços